9 horas e 32 Minutos, 71% Dos Brasileiros acreditam que redes sociais são um vicio 

Divulgue esse Artigo

Atalhos para este artigo

Explorando as Águas Digitais do Brasil 

Em um cenário em que os brasileiros dedicam, em média, impressionantes 9 horas e 32 minutos diários à internet, conforme dados do Proxyrack, o país destaca-se como o segundo maior usuário global da rede, ficando atrás apenas da África do Sul (com 10 horas diárias). No entanto, por trás desse vasto oceano de conexões, a relação dos brasileiros com as redes sociais revela-se longe de ser harmoniosa. 

Ranking de paises que mai utilizam redes sociais

O Vício Digital e Suas Consequências 

Segundo uma pesquisa realizada pela Bloomers, surpreendentes 71% dos brasileiros entrevistados veem as redes sociais como um vício prejudicial em suas vidas. Mais do que isso, mais da metade (53%) expressa preocupação, enxergando essas plataformas como potenciais desencadeadoras de transtornos mentais e riscos à saúde mental. 

A pesquisa foi realizada com 470 pessoas entre 16 e 50 anos em todo o Brasil. A pesquisa possui 95% de confiança. Ao todo, foram realizadas dez questões distribuídas para os três temas. Além disso, também foram realizados questionamentos sobre o papel das marcas em relação a esses tópicos. 

O Dilema do Abandono Digital 

Enquanto 31% dos entrevistados manifestam o desejo de abandonar completamente as redes sociais, muitos se veem presos em um dilema. Outros 40% relatam ter parcialmente abandonado seus perfis, evidenciando um conflito entre a vontade de desconectar e a realidade da dependência digital. 

Marcas de Tecnologia em Foco 

A pesquisa também aponta as marcas de tecnologia que geram desconfiança entre os brasileiros. O TikTok lidera a lista com 40%, seguido pelo Tinder (33%), Facebook (28%), X (Twitter) (27%) e Telegram (26%). Em contrapartida, WhatsApp (55%), Instagram (32%), YouTube (21%), Amazon (18%) e Netflix (16%) são consideradas as mais confiáveis. 

Reflexões do CEO da Bloomers 

Ivan Scarpelli, sócio-fundador e CEO da Bloomers, destaca a necessidade de uma reflexão profunda por parte das marcas consideradas confiáveis. Ele enfatiza a importância de moldar ofertas que atuem como suporte efetivo para resolver questões críticas e com impacto histórico e contínuo na sociedade. 

Dualidades Tecnológicas 

A pesquisa explora dualidades nas percepções sobre o papel da tecnologia em diferentes áreas. Enquanto 30% acreditam que as marcas devem investir em tecnologias que criem empregos, 41% estão convencidos de que a tecnologia diminuirá as oportunidades de trabalho. Ademais, 20% temem a eliminação de vagas e desemprego generalizado devido ao avanço tecnológico. 

O Entusiasmo pelo Futuro Digital 

Apesar das preocupações, 64% dos entrevistados demonstram entusiasmo em relação às possibilidades globais que a tecnologia pode proporcionar no futuro. Destes, 42% acreditam que novas ferramentas trarão avanços nos campos da educação e saúde, beneficiando toda a população, independentemente das classes sociais. 

Em meio ao dilema entre confiança e desconfiança, a relação complexa dos brasileiros com a tecnologia revela um panorama desafiador. Encontrar um equilíbrio entre avanço tecnológico e responsabilidade torna-se crucial para construir um futuro digital mais saudável e sustentável. 

Esse artigo foi escrito por...

Picture of Marcos Roberto

Marcos Roberto

Marcos Roberto - 7 Anos de experiência no mundo de vendas. Apaixonado por Marketing Digital. Especializado em criação de conteúdo Tráfego pago tráfego orgânico Inbound Marketing Focado em resultados!
Picture of Marcos Roberto

Marcos Roberto

Marcos Roberto - 7 Anos de experiência no mundo de vendas. Apaixonado por Marketing Digital. Especializado em criação de conteúdo Tráfego pago tráfego orgânico Inbound Marketing Focado em resultados!
redes sociais,futuro digital

Download Grátis

Logo Google Partner
Rd Station Partner Gold

Somos Certificados Pelas Maiores Empresas de Marketing Digital