Mestres do Site

Os principais erros no Google Ads e como evitá-los em 2021

Os principais erros no Google Ads e como evitá-los em 2021

Para muita gente, criar campanhas no Google Ads pode parecer complicado e confuso. Assim, muitos acabam cometendo erros na criação das campanhas. Nesse post, confira os principais erros no Google Ads e como evitá-los em 2021!

Existem alguns erros no Google Ads que podem jogar todos os seus esforços de marketing neste canal por água abaixo.

Pior ainda, eles acabam transformando a sua conta no Google Ads em uma verdadeira máquina de torrar dinheiro. No entanto, muitas vezes você pode nem perceber que isso está acontecendo.

Em suma, os principais erros no Google Ads se originam da falta de um planejamento estratégico anterior à criação do anúncio, ou então, na gestão das campanhas em si.

E então, você quer saber quais são os principais erros no Google Ads e como evitá-los em 2021? Confira o que preparamos para você a seguir!

Quais são os principais erros no Google Ads e como evitá-los?

1. Não ter um planejamento estratégico prévio

Primeiramente, este não é apenas mais um dos erros mais comuns que os anunciantes no Google Ads cometem. Este é, de fato, o pior erro que alguém pode cometer ao anunciar no Google.

Afinal de contas, o sucesso em anúncios no Google tem como base o planejamento estratégico. Por isso, é preciso, antes de tudo, analisar o contexto dessa dimensão do marketing digital, sua estrutura e ferramentas.

Para ter bons resultados, não basta criar a conta e sair criando anúncios sem ter objetivos definidos, tags específicas implantadas no site ou um planejamento para monitorar resultados.

2. Não fazer uma pesquisa de palavras-chave eficientes

As palavras-chave são a essência do marketing de busca, seja no caso de SEO ou no caso dos links patrocinados, como o Google Ads ou Bing Ads. Sendo assim, não fazer uma boa pesquisa antes de começar suas campanhas no Google Ads é um grande erro.

Para isso, é possível utilizar ferramentas de pesquisas de palavras chave incríveis, como por exemplo:

  • Planejador de palavras-chave do próprio Google Ads
  • Ubersuggest
  • SemRush

Mas, lembre-se de que é necessário saber como utilizar e analisar os resultados dessas ferramentas para se chegar a um bom conjunto de palavras-chave. Ou seja, entender a intenção de busca do consumidor, suas referências sobre o assunto e os termos mais adequados para isso.

3. Não negativar palavras-chave

Contudo, não adianta fazer uma ótima seleção de palavras-chave para ativar o seu anúncio, se você não dedicar a mesma atenção às palavras a serem negativadas.

Ao não negativar certas palavras, seu anúncio será exibido em buscas que não tem nada a ver com o público-alvo que você deseja impactar. E então, estará jogando o seu dinheiro fora.

LEIA TAMBÉM:
👉 Um guia de tudo que você precisa saber sobre o Google Ads

4. Criar anúncios direcionados para a Home Page

Outro erro no Google Ads é criar um anúncio de um determinado produto ou serviço, e direcioná-lo para a Home Page do site, ao invés da página específica deste produto ou uma Landing Page específica para a campanha.

Em síntese, ao criar um anúncio, você deve direcioná-lo a uma página de vendas específica e nunca para a Home, a não ser que você esteja fazendo uma campanha cujo objetivo seja o Branding.

Ao direcionar o anúncio para uma página de conversão específica, você só tem a ganhar: aumentando a taxa de conversão, além de poder aumentar o Índice de Qualidade do Google Ads, o que vai melhorar o posicionamento e precificação do seu anúncio.

5. Não fazer ajustes nas Campanhas

Quase nunca na primeira versão da sua campanha, grupo ou anúncios, está tudo perfeito. Por isso, é preciso acompanhar as campanhas e fazer os ajustes necessários.

Principalmente no lançamento de uma nova Campanha, os ajustes devem ser praticamente diários, em elementos como:

  • Palavras-chave negativadas, como acabamos de explicar;
  • Estratégia de lances adotada para o anúncio ou campanha;
  • Frequência de exibição, no caso da rede de display;
  • Copy dos anúncios e seus elementos, como extensões de anúncios;
  • Ajustes nas páginas de destino dos anúncios;
  • Valor do clique, quando este critério de cobrança for adotado.

6. Não criar campanhas de Remarketing

As campanhas de Remarketing são, em suma, uma maneira de estender o relacionamento com o cliente em potencial, que visitou uma determinada página do seu site, ou realizou alguma ação dentro da sua estratégia de marketing digital.

Nesse contexto, é muito bom que você invista nessa estratégia. No entanto, não seja chato e não exagere no número de exibições do seu anúncio. 

7. Não ter as Tags do Google Ads ativas

Por fim, vale ressaltar que o Google Ads possui basicamente duas tags de acompanhamento, a de Conversão e a de Remarketing. Não ter essas tags instaladas no site ou loja virtual é um dos erros no Google Ads que você simplesmente não pode cometer.

Sem essas tags instaladas é como se você estivesse navegando às cegas, sem uma bússola em um oceano revolto. 

Para muitas pessoas, anunciar no Google pode parecer difícil, mas com as técnicas certas, e sabendo como evitar os erros no Google Ads, será muito mais simples de criar suas campanhas no Google Ads em 2021.

Além disso, você também pode contar com os serviços de Gestão de Campanhas no Google Ads, por exemplo!

Para mais conteúdos como esse, continue acompanhando o nosso blog.

Sucesso!

Fechar Menu
Recebemos a sua mensagem. Em alguns minutos nossa equipe fará contato.
Modelo de Site First TI