Planejador de Palavras-chave do Google

Divulgue esse Artigo

Atalhos para este artigo

Você pode ver o conteúdo dessa matéria em vídeo:

Você está pensando em investir no Google Ads ou em criar conteúdo para aumentar o tráfego orgânico de seu site? Se a resposta for sim, o primeiro passo é planejar a escolha das palavras-chave relacionadas ao seu negócio.

O Planejador de palavras-chave do Google Ads é uma ferramenta de pesquisa que te ajuda a encontrar as melhores palavras-chave para alcançar os clientes certos. No entanto, antes de começar a usá-lo, é necessário ter noção de algumas coisas.

Entenda mais sobre o assunto a seguir!

O que é jornada de compra?

Antes de tudo, vamos entender o que é jornada de compra. Afinal, esse assunto faz total sentido com o nosso objetivo nesse post: te ensinar a mexer no planejador de palavras-chave para ter resultados melhores no Google Ads.

A jornada de compra nada mais é que o caminho que um potencial cliente percorre desde antes de se decidir a comprar até após a compra. Ou seja, o que o seu cliente faz antes, durante e depois de uma compra.

Mas, por que você precisa entender isso?

Certamente você quer vender o seu produto ou serviço, não é mesmo? Para você saber como atingir o público certo, no momento e no lugar certo, você precisa entender qual é a jornada de compra dessas pessoas.

As 4 etapas da jornada de compra

Aprendizado e descoberta

Nessa etapa, a pessoa ainda não sabe que tem um problema ou necessidade. Por isso, você precisa despertar o interesse do consumidor com conteúdos leves e educativos.

Reconhecimento do problema

Quando o consumidor chega no estágio de reconhecimento, ele está começando a adquirir consciência de que há algo lhe incomodando. Há um desconforto, mas ele ainda não sabe exatamente o que está causando isso.

Consideração da solução

Nessa fase, o lead já tem consciência de seu problema e está preparado para procurar possíveis soluções. No entanto, ele ainda não tem necessariamente o desejo de realizar uma compra e é justamente por isso que você deve direcioná-lo com conteúdos de nutrição.

Na etapa de consideração, o consumidor precisa aprender a escolher uma solução para suas necessidades e compreender as vantagens de fazer um investimento.

Decisão de Compra

Por fim, o cliente está se dirigindo ao carrinho de compras. Agora, ele está pronto para adquirir a solução para o problema. Ele quer saber por que deve escolher a sua marca e, por isso, você deve falar diretamente do seu produto e serviço nessa etapa, ressaltando todas suas vantagens.

LEIA TAMBÉM:

👉 Alavancas de Crescimento Rápido no Marketing Digital: Para qualquer Negócio

O que é Funil de marketing?

E depois de entender o que é a jornada de compra, nós não poderíamos deixar de falar sobre o funil de marketing. Afinal de contas, é com ele que você vai entender em qual etapa cada possível cliente está e como criar o conteúdo certo para essas pessoas.

O funil de marketing segue a estrutura de um funil real, onde o topo é maior e vai se estreitando até o final. Dessa forma, o funil de marketing começa com um grande número de possíveis clientes e vai diminuindo até extrair os mais qualificados que irão se tornar consumidores realmente.

Esse modelo representa a jornada de compra do cliente, com todas as etapas e gatilhos ligados à transição entre cada estágio. De maneira resumida, o funil de marketing pode ser dividido em quatro estágios:

  • Visitantes
  • Leads
  • Oportunidades
  • Vendas

Tipos de conteúdo para cada etapa do funil

Topo do funil

O topo de funil está ligado à etapa da jornada de compra conhecida como reconhecimento do problema, onde os visitantes descobrem que têm um problema ou necessidade para resolver.

Aqui, o essencial é fazer com que a sua empresa seja encontrada na internet e uma das maneiras de fazer isso é oferecendo conteúdos que respondam às questões mais básicas relacionadas ao seu segmento. No geral, esses conteúdos podem ser:

  • Redes sociais;
  • Posts para blog (tutoriais, notícias, textos explicativos) voltados para SEO;
  • Infográficos;
  • Newsletters e e-mails marketing;
  • E-books sobre assuntos introdutórios.

Meio do funil

O meio de funil é quando o visitante já leu e se informou sobre o assunto, entendeu que tem um problema e está buscando a solução.

Nesta etapa, as informações podem ser um pouco mais técnicas e específicas para ajudar as pessoas a tomarem a decisão de compra. Então, os conteúdos podem ser:

  • Templates;
  • Planilhas e calculadoras;
  • Checklists;
  • Posts longos para blog.

Fundo do funil

Na fase do fundo de funil, a pessoa já reconheceu o problema, procurou e encontrou a solução e agora está buscando a melhor oferta. Sendo assim, esse é o momento de mostrar o que a sua empresa tem a oferecer.

Aposte em conteúdos como:

  • Webinars;
  • Catálogo de produtos;
  • Avaliação gratuita de um serviço ou software;
  • Promoções, cupons de desconto e frete grátis.

O que é long tail e head tail?

Depois de entender sobre a jornada de compra e o funil de marketing, podemos falar sobre as palavras-chave.

Já sabemos que, para ser encontrado em ferramentas de busca — como o Google —, uma estratégia de marketing de conteúdo vai ajudar bastante. Mas, para que ela se torne realmente efetiva é necessário utilizar palavras-chave.

Quando vamos definir o melhor termo a ser utilizado para gerar ranqueamento, precisamos entender sobre as palavras-chave de cauda longa ― as long tails ― e também as head tails. Veja a seguir!

As head tails e os termos de buscas mais gerais

As head tails podem ser definidas como os termos de buscas mais gerais. Sendo assim, elas são a palavra-chave mais sucinta possível que responda a uma pergunta.

Aqui estão alguns exemplos de head tails, em diferentes segmentos:

  • marketing digital;
  • gestão de negócios;
  • educação física;
  • roupas femininas;
  • carro usado.

Por terem um alto volume de buscas, muitos profissionais acreditam que o ideal é utilizar apenas esse tipo de palavra-chave em sua estratégia, com o objetivo de alcançar um maior número de pessoas. No entanto, essa quantidade de pesquisas gera uma concorrência muito acirrada.

Quando falamos em concorrência, além da briga pelo ranqueamento orgânico em si, existe também uma competição de lance entre as empresas que querem ter seu anúncio em destaque nos resultados de busca daquela palavra-chave. Sendo assim, o ideal é complementar a sua estratégia com termos de alta e baixa disputa sempre que possível.

Além disso, vale lembrar que se o objetivo é atrair pessoas que tenham mais compatibilidade com determinado produto ou serviço, as head tails não são a melhor escolha.

Ao utilizar a palavra-chave “roupas infantis” para a estratégia de ranqueamento de uma loja de fantasias, por exemplo, a head tail em questão não atrairá somente as pessoas ideais para aquele negócio.

As buscas específicas com long tail

Agora, pense da seguinte forma: uma pessoa que faz uma pesquisa por “tráfego pago” pode estar em busca de várias coisas diferentes, como um trabalho nessa área, um curso para se aperfeiçoar, um freelancer para contratar ou até mesmo saber apenas o que esse termo significa.

Por esse motivo, ranquear para essa palavra-chave não representa, necessariamente, que você resolverá algum problema e se comunicará com as pessoas certas.

Sendo assim, ao criar conteúdos, é necessário refinar os termos de busca para atender às necessidades específicas dos usuários.

As palavras-chave long tails nada mais são que variações de uma palavra-chave principal, garantindo mais eficiência no momento de uma pesquisa. Alguns exemplos:

  • curso de tráfego pago;
  • trabalho de tráfego pago;
  • dicas de tráfego pago;

Boa parte delas não terão volumes de busca tão grandes quanto a head tail. No entanto, as long tails garantem uma competição muito menor pelas primeiras páginas. Além disso, atendem a objetivos totalmente diversos.

Para escolher quais long tails utilizar na sua estratégia, é preciso considerar a maneira como um usuário faria sua pesquisa nos mecanismos de buscas.

Para isso, é perfeito utilizar o Planejador de palavras-chave.

VEJA TAMBÉM:

👉 Tipos de Campanhas no Google Ads

Planejador de Palavras-chave: como usar?

O Planejador de palavras-chave é uma ferramenta que te ajuda a encontrar palavras-chave para suas campanhas de pesquisa.

Essa ferramenta é gratuita e te ajuda a descobrir novos termos relacionados ao seu negócio e ver estimativas do número de vezes em que eles são pesquisados e do custo para segmentá-los.

Veja como utilizar o Planejador de palavras-chave:

  1. Primeiro, acesse o Google Ads. Se você ainda não tiver uma conta, clique em “Começar agora”. Se tiver, é só fazer o login normalmente.
  2. Depois de acessar sua conta, clique em “Ferramentas e Configuração” (ícone da chave combinada) , na coluna “Planejamento”, opção “Planejador de palavras-chave”.
  1. Para fazer uma consulta no Planejador de Palavras-chave, clique na primeira opção, que possibilita encontrar novas palavras-chave e ver dados de volume de pesquisas.
  2. Depois disso, novos campos serão aberto e você poderá utilizar os filtros disponíveis:
  1. Pense em quais palavras sua persona poderia utilizar na busca caso quisesse encontrar o seu produto ou serviço no Google e insira essas sugestões no campo “Seu produto ou serviço”.
  2. Escolha as localidades para as quais pretende realizar a consulta de palavras-chave para ter um resultado mais preciso com campo segmentação.
  3. É possível incluir palavras-chave negativas para evitar que sejam apresentadas palavras que não tenham relação com sua oferta.
  4. Depois, basta clicar em obter ideias para o Planejador apresentar as sugestões com base na média de pesquisas mensais dos últimos 12 meses.

Com uso dessa ferramenta, você terá uma previsão de investimento versus retorno, o que é essencial em campanhas de mídia paga, como o Google Ads.

Está precisando de ajuda na sua estratégia de Google Ads? Entre em contato com a nossa equipe e solicite um orçamento!

Esse artigo foi escrito por...

Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
O que é jornada de compra?,As 4 etapas da jornada de compra,Aprendizado e descoberta,Reconhecimento do problema,Consideração da solução,Decisão de Compra,O que é Funil de marketing?,Tipos de conteúdo para cada etapa do funil,Topo do funil,Meio do funil,Fundo do funil,O que é long tail e head tail?,As buscas específicas com long tail,Planejador de Palavras-chave: como usar?

Download Grátis

Seu contato foi recebido com sucesso!

Em breve nossos consultores entrarão em contato.

Agora, aproveite para navegar em nosso site institucional e entenda por que somos os Mestres do Site.
pic-popup-well-done.png
Logo Google Partner
Rd Station Partner Gold

Somos Certificados Pelas Maiores Empresas de Marketing Digital