Qual a diferença entre tráfego pago e links patrocinados?

Divulgue esse Artigo

Atalhos para este artigo

Existe diferença entre tráfego pago e links patrocinados? Essa é uma dúvida muito comum quando o assunto é marketing digital. Mas, não se preocupe, esse post vai te esclarecer tudo!

De maneira geral, as pessoas costumam tratar o tráfego pago e os links patrocinados como se fossem coisas muito distantes. E não são!

Na verdade, o tráfego pago nada mais é do que gerar movimento de um lugar para o outro, normalmente de uma mídia para uma landing page ou um site. Essa estratégia é realizada através dos links patrocinados.

Ainda não deu para entender muito bem? Acompanhe essa postagem e saiba mais sobre o assunto.

O que é tráfego pago?

Quando falamos de internet e Marketing Digital, tráfego pago é toda aquela audiência de um site ou blog que vem de anúncios feitos em mecanismos de busca (como o Google), redes sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn, etc.) e outros sites (Taboola, Outbrain, etc.).

Em outras palavras, tráfego pago é quando você paga para que visitantes cheguem até a sua página. Entretanto, não é o usuário que recebe o dinheiro que você investiu, mas sim as ferramentas citadas no parágrafo acima.

Muitas pessoas preferem não investir em tráfego pago e continuar apenas com o conteúdo orgânico. No entanto, com o tráfego pago é possível ter um resultado mais rápido e acelerar o seu crescimento online.

As principais ferramentas do tráfego pago

Existem diversas opções de ferramentas que disponibilizam o tráfego pago. As principais delas são:

  • Google Ads
  • Facebook Ads
  • Anúncios no YouTube
  • Instagram Ads
  • LinkedIn Ads
  • Native Ads

Entenda mais sobre elas a seguir.

Google Ads

O Google Ads é a plataforma de anúncios do Google. Com ele, você pode criar anúncios de Pesquisa, de Display, no YouTube, no Gmail e na Play Store.

Os anúncios de Pesquisa são os que aparecem quando você faz uma busca no Google. Já os banners em sites são os tipos de Google Ads de Display mais conhecidos. Os outros três (YouTube, Gmail e Play Stores) são autoexplicativos: aparecem nesses três locais.

Facebook Ads

Facebook Ads é o sistema de anúncios da família Facebook Meta, que inclui diferentes formatos nos diferentes veículos do grupo.

Eles incluem tráfego pago no próprio Facebook, o Messenger, o Instagram e anúncios que levam a uma conversa no WhatsApp, por exemplo.

Anúncios no YouTube

Cada vez mais pessoas assistem ao YouTube em suas smart TVs, então, os anúncios nesta plataforma são basicamente como as antigas propagandas nos grandes canais de TV. Por isso, é preciso ser criativo para chamar atenção!

Instagram Ads

O Instagram é uma rede extremamente visual, e isso deve ser levado em consideração na hora de criar anúncios.

Em resumo, Instagram Ads veiculam anúncios tanto no feed quanto nos Stories da rede social. Esses anúncios são em formato de fotos, vídeos e carrossel com sequências de fotos ou vídeos. Eles podem ser utilizados para gerar cliques, conversões, instalações de aplicativos e visualizações de vídeos.

LinkedIn Ads

A rede social profissional é muito atrativa para anúncios justamente porque quem está por lá já está de olho em oportunidades de negócios ou de aprendizado. Além disso, os negócios B2B dão muito certo por lá.

No entanto, vale ressaltar que o tráfego pago vindo do LinkedIn costuma ser um pouco mais caro.

Native Ads

Os Native Ads se destacam por não ter um formato padrão de publicidade, aparecendo como um conteúdo destacado ou recomendado dentro de portais, sites e blogs relevantes. De maneira geral, esses anúncios não prejudicam a experiência do usuário. As plataformas mais conhecidas desse tipo de tráfego pago são Taboola e Outbrain.

LEIA TAMBÉM:
👉 Google Ads do zero: tudo que você precisa saber!

Por que investir em tráfego pago?

A grande vantagem de investir em Tráfego Pago está na possibilidade de direcionar seus anúncios para as pessoas certas, no momento certo em que estão procurando seu produto/serviço. Ou para o públicos específicos que têm interesse ou consomem produtos/serviços relacionados ao seu.

Ou seja, seu negócio aparece para as pessoas certas, no momento certo. Assim, aumentando suas chances de vendas!

Aliás, o tráfego pago faz não só a atração de novas pessoas para sua loja, como a captação de novos contatos para seus vendedores ou então impulsionando suas vendas se você tem um negócio digital.

O que são links patrocinados?

Nos últimos anos surgiram vários tipos de anúncios online, que vêm ganhando cada vez mais força. Entre os vários formatos disponíveis, estão os links patrocinados.

De forma resumida, podemos dizer que os links patrocinados são anúncios em forma de texto simples. A forma mais conhecida em que eles se encontram é nos mecanismos de busca. No topo dos resultados, aparecem alguns sites em destaque com a identificação de anúncios. Esses são links patrocinados.

Eles geralmente são divididos em:

  • CPC (custo por clique): a cada clique no link, o anunciante paga;
  • CPM (custo por mil impressões): quando o anúncio atinge mil visualizações, ou impressões, o anunciante paga;
  • CPA (custo por ação): só é cobrado quando o usuário realiza alguma ação no site do anunciante;
  • CPV (custo por visualização): para cada pessoa que ver o anúncio, é pago um valor.

Os valores pagos dependem do modelo e da palavra-chave escolhidos pelo anunciante, cada um contando com suas vantagens e características.

Por que usar links patrocinados na sua estratégia digital?

Por um lado, há quem concentre praticamente todo o orçamento de marketing em anúncios, incluindo os links patrocinados.

Por outro, alguns abominam completamente essa estratégia, acreditando que ela faz parte dos métodos antigos e ineficientes do marketing e que somente o conteúdo orgânico basta.

Contudo, o melhor caminho mesmo é encontrar o equilíbrio entre as estratégias de marketing orgânicas e as pagas.

Nesse sentido, existem bons motivos para investir em links patrocinados. Entre eles:

Simples de escalar

É possível iniciar uma campanha com poucos recursos e aumentar o investimento conforme obtiver retorno para a sua empresa.

Essa é uma boa opção para quem está começando e não quer arriscar demais caso as coisas não ocorram como esperado.

Fácil de mensurar

Atualmente não há espaço para realizar qualquer ação de marketing que seja sem ter condições de medir propriamente os resultados e fazer ajustes.

Dessa forma, as plataformas de anúncios contam com ferramentas muito poderosas de análise de métricas e fornecem relatórios com todas as informações que você precisa.

Utilizando esses dados, é possível reavaliar a forma como se está trabalhando nas campanhas e garantir que o investimento não seja em vão.

Rápido para otimizar

Encontrou problemas enquanto analisava os relatórios de progresso das suas campanhas? Fique tranquilo, as plataformas oferecem formas rápidas e práticas de mudar qualquer elemento de uma campanha.

Assim, você não fica preso a uma decisão inicial errada, e tem poder real sobre o dinheiro que está sendo gasto.

Essa agilidade é importante também na hora de otimizar a campanha caso ela esteja indo bem e você decida ampliar seu alcance.

Segmentação

Com os links patrocinados, é possível atingir o público que você deseja, segmentando o seu público de diversas formas.

Ou seja, você passa a oferecer produtos e serviços apenas para quem mostrou real interesse de compra neles.

As vantagens de utilizar links patrocinados

Quem investe quer saber também a respeito do retorno que vai receber. Então, precisamos falar sobre as vantagens dos links patrocinados, não é mesmo?

Como você pôde perceber até aqui, os links patrocinados possibilitam a mensuração de resultados e a segmentação do seu público. Além disso, podemos citar que os links patrocinados têm um retorno super rápido, possibilitam o aumento de conversões e amplificam outras estratégias, como o Marketing de Conteúdo e SEO.

Qual a diferença entre tráfego pago e links patrocinados?

De maneira geral, o link patrocinado é um elemento do tráfego pago. Eles não são a mesma coisa, um faz parte do trabalho do outro.

Como falamos no início desse post, o tráfego pago nada mais é do que gerar movimento de um lugar para o outro, normalmente de uma mídia para uma landing page ou um site. Essa estratégia é realizada através dos links patrocinados.

Que tal investir em tráfego pago no seu negócio? Entre em contato com o nosso time e solicite um orçamento.

Esse artigo foi escrito por...

Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
tráfego pago e links patrocinados

Download Grátis

Logo Google Partner
Rd Station Partner Gold

Somos Certificados Pelas Maiores Empresas de Marketing Digital