O que é taxa de rejeição e como melhorar essa métrica?

Divulgue esse Artigo

Atalhos para este artigo

Taxa de Rejeição é um termo que, só pelo seu nome, assusta muitas pessoas que ainda não tiveram um contato mais próximo com web analytics.

Apesar de muita confusão e muita gente não entender realmente o que essa taxa representa, ela é indispensável para avaliar a eficácia das ações de Marketing Digital. É também uma importante métrica para saber o que otimizar, onde otimizar e como otimizar.

A seguir, você descobrirá o que é a taxa de rejeição, porque ela é importante e como diminuí-la. Veja!

O que significa Taxa de Rejeição?

A taxa de rejeição, também conhecida como Bounce Rate, é um número expresso em porcentagem e indica quantos visitantes acessaram uma única página do seu site e em seguida saíram, sem continuar a navegação em uma próxima página. Toda vez que isso acontece, é contabilizada uma rejeição.

Essa definição não é absoluta e pode variar de ferramenta para ferramenta. Entretanto, é a maneira utilizada pelo sistema mais utilizado em Web Analytics atualmente: o Google Analytics.

Vale lembrar que taxa de rejeição não é a mesma coisa que taxa de saída. Ambas apresentam significados e impactos diferentes.

A taxa de rejeição só acontece quando uma pessoa acessa apenas uma página do site. A taxa de saída é uma métrica para mostrar quantas pessoas estão abandonando o site a partir de determinada página, independentemente dessa ser, ou não, a primeira página visitada do site.

Taxa de rejeição Google Analytics

Como voce pode perceber, a taxa de rejeição disponibilizada no relatório geral no Google Analytics mostra a rejeição geral do site.

No entanto, também é possível visualizar a taxa de rejeição de uma página ou de uma seção específica do seu site.

Por que é importante acompanhar a Taxa de Rejeição?

Todas as empresas têm objetivos específicos em seus sites. Pode ser o download de um material, um pedido de orçamento, uma assinatura de newsletter ou uma compra, no caso de e-commerce.

Dessa forma, para que esses objetivos sejam realizados, é preciso de pelo menos um clique. Ou seja, quando há uma rejeição, entre outras coisas, o site não conseguiu conduzir o visitante ao objetivo.

Ao fazer o acompanhamento da taxa de rejeição, você consegue obter informações importantes sobre a eficácia dos calls to action e da mensagem, por exemplo, e então pensar em otimizações e planos de melhoria para reduzir a rejeição e possivelmente aumentar a conversão.

No caso do tráfego vindo do Google Ads, a taxa de rejeição é ainda pior, já que uma alta taxa significa dinheiro desperdiçado em cliques e consequente aumento do Custo por Lead.

Além disso, o Google Ads agora considera a taxa de rejeição no cálculo do índice de qualidade dos anúncios. Assim, quanto maior a taxa de rejeição da página de destino dos anúncios, menor será o índice de qualidade e maior será o custo por clique da campanha.

LEIA TAMBÉM:
👉 5 passos para aprimorar a presença digital do seu negócio

Taxa de rejeição ideal

Você deve estar se perguntando, o que é uma boa taxa de rejeição?

Uma taxa de rejeição de 56% a 70% é considerada alta, mesmo que tenha um bom motivo para isso. Já uma taxa de rejeição de 41% a 55% pode ser considerada média.

Podemos dizer que a taxa de rejeição ideal estaria na faixa de 26% a 40%.

Como diminuir as taxas de rejeição do site?

Para reduzir a taxa de rejeição do seu site, é preciso levar em consideração os fatores que podem impactar a métrica negativamente, como:

  • Alto tempo de carregamento da página
  • Pop-ups
  • Plug-ins desnecessários
  • Usabilidade ruim
  • Title tags e meta descriptions mal otimizadas
  • Páginas em branco e erros técnicos
  • Conteúdo de baixa qualidade
  • Páginas não otimizadas para mobile
  • Implementação incorreta da configuração do Google Analytics

Portanto, existem diversas coisas que você pode fazer para diminuir a taxa de rejeição. Confira algumas das mais importantes:

Revise as páginas com as maiores taxas de saída

No Google Analytics, vá até Comportamento > Conteúdo do site > Exit Pages para encontrar as páginas com as maiores taxas de saída.

Isso revelará as páginas onde as pessoas abandonam o site frequentemente e permitirá que você saiba quem está acessando diretamente uma página de saída ou vindo de outra página do site. Esses dados te ajudarão a fazer alterações para melhorar sua taxa de rejeição.

Analise os dados analíticos In-page

Com o Google Analytics, é possível revisar os problemas de rejeição e saída em diferentes níveis. O relatório “Todas as páginas” fornece as taxas de rejeição de páginas individuais, enquanto o relatório “Visão geral do público” fornece a taxa de rejeição geral de todo o site.

Também é possível utilizar o relatório “Canais” para ver a taxa de rejeição de cada agrupamento de canais, e o relatório “Todo o tráfego” fornece taxas de rejeição para cada par de origem / meio.

Após realizar alterações, você pode recorrer à ferramenta Optimize para testar diferentes versões das páginas do seu site e determinar quais delas incentivam um maior engajamento do usuário.

Observe o tempo no site

Para entender seus dados de bounce rate, é necessário colocá-los em contexto com outras métricas. Por exemplo, é interessante fazer uma comparação cruzada com a métrica de tempo no site. Isso pode ajudar a entender se um problema está em todo o site ou apenas em uma página específica.

Se você tem uma página de blog com uma alta taxa de rejeição e pouco tempo nas estatísticas do site, sabe que o conteúdo não está funcionando como deveria.

Faça testes A / B

Se você desenvolveu estratégias de melhorias para seu site, o teste A / B é uma ótima forma de verificar quais funcionam melhor.

Você pode ter duas páginas de vendas diferentes para um produto – Página A e Página B – com designs e CTAs diferentes. Executar um teste A / B significa que você mostraria uma página para metade dos visitantes e a segunda para a outra metade. Os resultados devem mostrar qual página mantém os visitantes em seu site por mais tempo.

Otimize para mobile

Com o crescente número de pessoas acessando a Internet de dispositivos móveis e o Google priorizando mobile, seu site precisa ser otimizado para esse tipo de tráfego.

Um bom design de site não significa nada se uma página demora muito para carregar em um celular, levando o usuário a sair da sua página.

taxa de rejeição

Facilite a leitura de suas páginas

Você tem uma página cinza cheia de conteúdo e uma alta taxa de rejeição – nenhuma surpresa aqui. É necessário tornar a página mais convidativa e legível com maior uso de espaço em branco, tamanhos de fonte maiores, subtítulos para quebrar blocos de conteúdo e parágrafos mais curtos e fáceis de ler.

Ofereça a melhor experiência aos usuários do site.

Opte por CTAs claros e estude o posicionamento deles

Se você tem um conteúdo forte e otimizado em uma página, precisa pensar sobre o tipo de ação que deseja que os visitantes façam. Um CTA bem posicionado deve incentivar essa ação.

Embora você possa ter mais de um, o uso de muitos CTAs pode confundir ou levar as pessoas para um outro caminho atrapalhando o seu plano. O posicionamento do botão do CTA na página, a cor, a escolha do texto e o tamanho são fundamentais.

Revise sua meta description

Às vezes, reduzir as taxas de rejeição significa alinhar as expectativas. Se o seu meta title, meta description e URL da página não corresponderem ao que você entrega em uma página – a sua taxa de rejeição será alta!

Suas palavras-chave alvo precisam ser incorporadas na meta description. Se alguém for convencido a visitar sua página por causa da meta description e se você entregar o valor que prometeu, certamente será uma página de sucesso.

taxa de rejeição

Segmente palavras-chave de tráfego de alto valor

Uma palavra-chave não é apenas uma palavra-chave. Algumas têm valores mais altos do que outras.

Essas palavras-chave podem variar de acordo com a etapa do funil de vendas em que você está – direcionando o tráfego e estabelecendo autoridade ou buscando converter compradores cujos interesses você conquistou.

Se você escolher uma palavra-chave que direcione o tráfego para seu site, deverá cumprir sua promessa de valor entregando o conteúdo adequado.

E então, a taxa de rejeição ficou mais clara para você? No marketing digital, temos muitos pontos importantes para te ajudar a ter melhores resultados.

Que tal algumas dicas para te ajudar ainda mais com as suas vendas? Baixe agora o e-book gratuito sobre Como ter Leads Qualificados!

Esse artigo foi escrito por...

Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
Picture of Giovanni Ballarin

Giovanni Ballarin

Giovanni é co-fundador e CEO da Mestres do Site, atua no mercado de Marketing Digital há mais de 18 anos. Especialista em Tráfego Pago, Busca Orgânica e Inbound Marketing com certificação Google Ads e Gold Partner RD Station.
taxa de rejeição

Download Grátis

Logo Google Partner
Rd Station Partner Gold

Somos Certificados Pelas Maiores Empresas de Marketing Digital